domingo, 31 de outubro de 2010

Meu músico.







Música é algo que o Otto "ouve" desde a barriga.

Não sei se por causa disso, ele hoje, goste tanto de música, seja ela Tribalistas, Bob Marley, Cocoricó, ou qualquer outra que esteja tocando no rádio.

E claro que assim que percebemos isso, começamos a estimular ainda mais e compramos ou ele ganhou, alguns instrumentos musicais como pandeiro, chocalho, bongô, violão, pianinho... e ele curte todos.
Por conta disso, comecei a buscar na net, como sempre, algo sobre o assunto criança e música, e achei um blog mega interessante sobre a musicalidade e a criança (http://artesemelodias.blogspot.com) da Pedadoga Alícia Sampaio de onde tiro idéias de brincadeiras  excelentes para fazer com o Otto.
Vale mesmo a visita pois só tem a acrescentar a nós, mamães educadoras.
E fica a aqui a dica para todos, inclusive professores de pré-escola.

Além disso, o Otto ganhou um dvd da Tia Marina, antes mesmo do seu primeiro ano de vida, dos episódios do Bebê Mais (www.bebemais.com), que trata justamente dessa relação aprendizado X música, sendo que nesse caso trata-se de música clássica com Bach, Beethoven, Mozart, Villa Lobos entre outros grandes compositores.
E antes dos 2 anos de idade, ele conhecia  as cores primárias, os números de 0 a 9, o triângulo, o retângulo, o quadrado e o círculo além de vários bichos silvestres ou domésticos.

E nessa busca, também achei um ótimo texto no site (http://guiadobebe.uol.com.br/bb2a3/a_musica_e_as_criancas.htm) e vou postar aqui embaixo, porque como sempre digo, informação nunca é demais.


"A música e as crianças
Vários estudos confirmam a importância que a música tem para o bem estar do bebê, desde quando ele ainda é um feto e está no ventre da mãe. A música traz tranqüilidade para a mãe e para o bebê, introduzindo-o na sensibilização aos sons, desde muito cedo.
Não dá pra imaginar um mundo sem som e se pararmos para analisar, quase todos os sons que ouvimos durante o nosso dia, são como instrumentos musicais tocando alguma melodia: os pingos de uma torneira, os trovões, a chuva, as cigarras cantando lá fora, o arrastar de um chinelo ao andar, as ondas do mar explodindo na praia e tantos outros.
Aliás, eis aqui uma bela forma de ensinar para as crinaças. Com elementos e situações já vivenciadas por elas, podemos colocá-las em contato com todos os tipos de sons e mostrar a elas como o mundo seria esquisito se não tivesse o despertador e o telefone tocando, a música para cantar e até a fala que não teria razão de ser.
Fazer as crianças imitar com a boca, os sons dos objetos e do que está ao seu redor, faz com que ela tenha maior obervação sobre o mundo em que vive e a desenvolver desde cedo a sensibilidade para a música.
Este é o princípio de tudo.
A educação musical está fazendo parte da educação das crianças, desde a pré-escola pela importância que a música traz não só como entretenimento, mas no auxílio do aprendizado da fala, como o de aprender a ouvir e na coordenação motora.
A música tem ainda, o dom de aproximar as pessoas. A criança que vive em contato com a música, aprende a conviver melhor com as outras crianças e estabelece um meio de se comunicar muito mais harmonioso do que aquela que é privada da música, em contra partida, quando aprende a tocar algum instrumento, também aprende a ficar sozinha, sem se sentir solitária ou carente de atenção.
A música ainda beneficia na fala, através das músicas infantis como "roda-roda", "o sapo não lava o pé" e outras, onde as sílabas são rimadas e repetitivas, fazendo com que a criança entenda o significado das palavras através dos gestos que se fazem ao cantar. Portanto, a criança se alfabetiza mais rápido.
A idade ideal para aprender um instrumento musical, é a partir dos 5 anos, quando a criança começa a ser alfabetizada.
Os pais não devem jamais impor o aprendizado, nem muito menos escolher o instrumento que a criança deverá tocar. A escolha deve ser sempre da criança, assim como a manifestação na vontade de aprender um intrumento.
Os melhores instrumentos para se iniciar são a flauta e o piano, que não exigem demais da criança, mas antes de tudo, ela tem que gostar do instrumento.
O poder de concentração que a música traz para a criança é um dos grandes benefícios em introduzí-la desde cedo em algum instrumento. Outro fator importante é que a música é pura matemática e certamente aqueles que a estudam desenvolvem maior capacidade de aprendizado nessa matéria.
Conservatório Musical Heitor Villa Lobos, de Santos
Diretora: Maria Conceição Domingues Teixeira
Profªs: Marisa de Campos Monteiro e Alice de Freitas Tabayares Garcia


Bjs queridas e espero que gostem.




Jana, agora "minha mamãe" segundo o Otto.







2 comentários:

  1. Olá!!!Vim retribuir a grande visita em meu blog e amei ver seu post e seu blog em gereal! Me deu até vontade de ter filhos! hahahaha
    Obrigada por falar de mim ali, obrigada mesmo!
    E continue assim, ensinando música ao seu pequeno, pois ela faz um bem tamanho!
    ;)

    Beijão, Alícia.

    ResponderExcluir
  2. Oi! Sou mamãe de um lindo menino de 10 meses que tb ama música, igual seu filho! Fiquei encantada com o seu blog, parabéns!

    Felicidades para vocês!
    Bjos,
    Kika.

    ResponderExcluir

Obrigada!
Fico muito feliz sempre que leio um comentário carinhoso!
Bjks e fique com Deus!