terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Susto.




Atchim! Atchim...

Aff, sou alérgica a poeira e é só o que tem por aqui, ultimamente.

Confesso que estou beeeeeem sem tempo, pois o recesso do escritório começa dia 17/12 e esse último mês foi frenético.

Mas, vamos ao assunto mais interessante deste blog, o Otto.
Está cada dia mais sapeca, mais esperto e mais falante.

Dia desses, estávamos na casa de uma amiga, num condomínio tipo desses americanos, casas sem muros e ao lado dela mora minha cunhada.
Tínhamos ido para a varanda da cunhada tomar um cafezinho e lá estávamos jogando conversa fora, e o Otto lá e cá, o todo tempo.

Derrepente, sumiu!

No mesmo instante, saí a procurar pela casa da minha amiga, pois ele tinha ido pro lado dela e cadê?
Procurei e..não achei.
Daí bateu o desespero, saí correndo pro quintal dos fundos e nada.
O pai, já me olhava com cara de pânico.
Daí gritei pra galera pedindo ajuda e perguntando se o tinham visto, e saíram todos a procurar correndo pelo condomínio, mas não tinha tempo hábil pra ele ir longe, estava por ali...falei.

E volta eu a olhar dentro da casa da minha amiga, banheiros, quartos, áreas e nada.
Pensei, tá dentro de algum armário.
E saí a procurar ele, mas daí vi caída no chão, a galinha que ele estava segurando enquanto corria de uma casa pra outra, abaixei pra pegar a galinha e resolvi abrir o móvel, mas antes disso....

Ufa! O achei, todo encolhido com a mão na boca, no canto entre armário de parede, onde só ele entraria mesmo.

Saí correndo pra avisar a todos e tremia igual vara verde. Claro, comecei a chorar...nervosa.
Ele sai falando:  - escondido de mamãe. Mamãe chama Ottoooooo. Otto escondido.

Daí, claro não brigamos, mas conversamos com ele que quando alguém chamar ele tem que responder: tô aqui.

E fomos para casa, treinando dentro do carro.

Mamãe do Otto.

Um comentário:

  1. Aff... isso já aconteceu varias vezes comigo... dia desses tava lembrando de uma vez que a Ariane sumiu lá em casa em Saquá... caraca, procurei em todas as casas, todos os cantos, até na rua fui olhar... a sapequinha tava no carro ouvindo música e não ouvia a gente chamar!!! Essas crianças são demais!!! Mas é muito ruim msm, num instante o chao parece que vai se abrindo debaixo dos nossos pés... ainda bem que logo passa...

    ResponderExcluir

Obrigada!
Fico muito feliz sempre que leio um comentário carinhoso!
Bjks e fique com Deus!