segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Aniversário do Gu e 3 meses do Otto.

Tem uma coisa, não sei se por coincidência ou por acaso, que marca nossa família com datas.
Nos casamos no dia do aniversário do Gu, não era esta a data escolhida mas por conta de informações atravessadas incorretas, acabamos por alterar a data da cerimônia e...
... é esta a nossa data, 01/11/2003. Fizemos bodas de madeira, 5 anos.
Em 26/11/2007, aniversário da minha irmã caçula, confirmei minha gravidez.
E em 04/08/2008, meu aniversário, nasce nosso filho, Otto.
Nossos amigos nos sacaneam, dizem que somos tão planejados que até nisso fomos metódicos, mas digo a vocês que foi, como disse no início, acaso ou coincidência.
Mas, como diz minha irmã caçula, é Deus provendo e não essas duas coisas que nós tanto falamos, por hábito.
Bom, com isso sábado comemoramos com parte de nossos padrinhos de casamento que tb são nossos amigos, as duas coisas.
Otto, para nossa surpresa, pois sinceramente achamos que ele fosse estranhar por só ficar comigo em casa, se comportou como se vivesse na doideira todos os dias.
Uma mulherada falando todas junto a tarde na casa da sogra e ele lá dormindo.
A noite, nós conversando e o povo bebendo a contar piada e gargalhadas altas e....
...ele lá, dormindo!
Pensei, vai me dar trabalho na madrugada, que nada! Dormiu!!!!!!
Pensei novamente, amanhã vai estar chatinho, que nada! Niver do meu avô, trocentas pessoas da família e pega daqui e no colo de outro acolá e ele lá....só reclamou por conta do calor.
Mas não demoramos muito, nem nós estávamos aguentando!!!
E nosso fim de semana foi assim, tumultuado mas divertido, risos!
No domingo dia 26/10, estava na cozinha preparando algo pra comer e Gu no computador, daí fui dar uma olhada no Otto que estava no berço e pra minha surpresa, estava de bruços apoiado no braço e ainda conversando com o cavalo marinho do protetor de berço, como virou não sei. O coloquei de barriga pra cima e estava bricando com o golfinho (móbile) a hora que saí do quarto.
Está conversando muito e agora não fica mais no "agu", agora ele faz outros sons e dá gritinhos. Mas a mão não sai da boca, não o dedo, a mão inteira. A Pediatra disse ser comum em bebês nesta idade.
Hoje ele faz 3 meses de vida e fomos a consulta com a Ped pra saber sua altura (59,5cm) e peso (5.275kg), , engordou 715g no mês, graças a Deus está ótima.


3° mês

No terceiro mês o bebê já está ampliando sua capacidade de descobrir o mundo que o cerca. De bruços, consegue apoiar-se nos antebraços para observar as coisas ao seu redor. Nesta fase o bebê descobre as mãos e passará horas brincando com elas, olhando-as ou levando-as à boca. Como ainda não consegue usar os dedos separadamente, sua principal ocupação será agarrar os objetos que estão próximos e segurá-los com força. Quando sentado com apoio nas costas, mantém a cabeça firme. E já consegue esfregar os olhos.
A linguagem começa a se desenvolver e ele emite sons ininteligíveis. Nesse ponto, a estimulação dos pais é muito importante, pois o desenvolvimento da criança nos primeiros meses de vida está ligado diretamente ao estímulo que recebe.
É durante o terceiro mês que as lágrimas aparecem! Conversar com a criança enquanto ela toma banho é uma excelente forma de estimulá-la, Móbiles e brinquedos que fazem barulho podem ser colocados no berço do bebê, que agora já consegue prestar atenção neles. As brincadeiras com o bebê, principalmente quando o pai está presente, ajudam a criança em seu desenvolvimento. Mas não devem ser exageradas ou muito prolongadas, nem acontecerem muito perto do horário em que a criança vai dormir, pois ela ficaria excitada e teria um sono perturbado.
Uma outra forma de estimulação importante é o passeio diário, que contribui muito para a vivência do bebê. Para carregar a criança nos 3 primeiros meses, nada melhor que o uso do canguru! Além de permitir que a pessoa que carrega o bebê fique com as mãos livres, o embalo e o calor que a criança recebe faz com que ela se acalme e durma.

Choro: as cólicas, a fome e as assaduras ainda são as maiores causadoras do choro do bebê. Mas, sim, a ansiedade da pessoa que cuida do bebê, a falta de rotina nos horários de alimentação e a higiene também podem causar estresse ao bebê, que reagirá chorando.

Alimentação: Atente-se sempre às manifestações de fome do seu bebê.

3° mês Completo: PesoMeninos – 5,7 kg
EstaturaMeninos – 61 cm


Lá vai uma foto, pra marcar!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!
Fico muito feliz sempre que leio um comentário carinhoso!
Bjks e fique com Deus!