segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Desmame Natural, eu acredito.

Foto tirada pra guardar de recordação, pois já estava desamamando.



Gente, as máximas são:

Quando a gente namora - Vai casar quando?
Quando a gente casa -Vai ter filho quando?
Quando temos filhos e eles mamam - Vai desmamar quando?
Vou logo respondendo - QUANDO ELE QUISER.
Daí vem logo um comentário, digamos, ausente de fé. Se depender ele, não vai largar nunca.
E penso com meus botões, pessoa de pouca fé, aff.

Mas, contrariando a "sabedoria popular", assim foi com o pequeno Otto. NATURALMENTE.
Desde os 10 meses, quando introduzi mamadeira nele ele foi deixando de mamar, naturalmente. (Abro parenteses para esclarecer que introduzi mamadeira por ser meu pequeno realmente pequeno e magro, não pesa 9k com 1 ano e 3m. Então resolvemos eu e a Ped introduzir mamadeira para sustentá-lo pois estava acordando muito na madrugada por conta da fome).

Quantas vezes ele pedisse peito eu dava, fosse na madrugada, embora não seja a favor de alimentá-lo, fazia esse "chamego" geralmente quando estava com algum resfriadinho, virose, enjoadinho por conta dos dentes. Já que fora isso, agora ele dorme a noite inteira.

Continuando...desde os 10 meses ele vem deixando de pedir, daí resolvi deixar de oferecer, pois tenho planos de colocá-lo na creche em 2010, na fé que arrumarei um emprego.
Então a 1 mês sofri um pequeno acidente doméstico e queimei a região do colo e um pouco do seio esquerdo.
Com isso, Otto que já não pedia (eu que oferecia), as vezes que pegava, largava por conta da cicatriz e assim deixei de oferecer.
Outro dia fomos a Niterói e ele estava de "pirraça" no carro. Acreditem, ele faz pirracinha, mas faz...Daí pensei - "vou oferecer o peito" - e quem disse que ele quis, risos...Fez cara feia.
Foi ali que percebi que meu bebê, DESMAMOU.
Embora ache que a cicatriz tenha influenciado, não acredito que tenha sido o motivo, pois ele mamou algumas vezes depois do acidente, então não foi a causa.
Com isso e por isso acredito sim em Desmame Natural. Aconteceu comigo.
E dou graças por ter sido assim, pois não houve nenhum trauma, nenhuma força, ...ele não quer mais e pronto.
Está agora meu pequeno pronto pra desbravar outros sabores.

E eu, fico com o coração calmo e a certeza de que fiz o melhor. Sem traumas.

Acho importante além de colocar aqui a minha experiência colocar também a opinião de um profissional sobre o assunto mencionado.


Elsa Regina Justo Giugliani*

*Pediatra, professora da Faculdade de Medicina da UFRGS, presidente do Departamento de Aleitamento Materno da SBP, Especialista em Aleitamento Materno pelo IBLCE (International Board of Lactation Consultant Examiners)

"...O desmame pode ser agrupado em quatro categorias básicas: abrupto, planejado ou gradual, parcial e natural. Sob a ótica de que o desmame é um processo de desenvolvimento da criança, parece razoável afirmar que o ideal seria que ele ocorresse naturalmente, na medida em que a criança vai adquirindo competências para tal. No desmame natural a criança se auto-desmama, o que pode ocorrer em diferentes idades, em média entre dois e quatro anos e raramente antes de um ano. Costuma ser gradual, mas às vezes pode ser súbito, como por exemplo em uma nova gravidez da mãe (a criança pode estranhar o gosto do leite, que se altera, e o volume, que diminui). A mãe também participa ativamente no processo, sugerindo passos quando a criança estiver pronta para aceitá-los e impondo limites adequados à idade. O Quadro 1 apresenta os sinais indicativos de que criança pode estar pronta para iniciar o desmame:


Quadro 1. Sinais sugestivos de que a criança está madura para o desmame

• Idade maior que um ano

• Menos interesse nas mamadas

• Aceita variedade de outros alimentos

• É segura na sua relação com a mãe

• Aceita outras formas de consolo

• Aceita não ser amamentada em certas ocasiões e locais

• Às vezes dorme sem mamar no peito

• Mostra pouca ansiedade quando encorajada a não amamentar

• Às vezes prefere brincar ou fazer outra atividade com a mãe ao invés de mamar

É importante que a mãe não confunda o auto-desmame natural com a chamada “greve de amamentação” do bebê. Esta ocorre principalmente em crianças menores de um ano, é de início súbito e inesperado, a criança parece insatisfeita e em geral é possível identificar uma causa: doença, dentição, diminuição do volume ou sabor do leite, estresse e excesso de mamadeira ou chupeta. Essa condição usualmente não dura mais que 2-4 dias.

Algumas vantagens do desmame natural encontram-se no Quadro 2:


Quadro 2. Vantagens do desmame natural

• Transição tranqüila, menos estressante para a mãe e a criança

• Preenche as necessidades da criança até elas estarem maduras para o desmame

• Fortalece a relação mãe-filho

• Ajuda a mãe a ser menos ansiosa com relação aos estágios de desenvolvimento de seu filho..."

6 comentários:

  1. Oi querida!!!Que delícia sua visita em meu blog, viu como eu tô metida??Colocou o link doo seu lá,ok?Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi, que bom que o Otto desmamou naturalmente. Isso é o melhor.
    Aqui Isabella desmamou com 11 meses mas foi porque ela cortou a língua e não conseguia mamar, eu chorava porque ela queria mamar e nçao conseguia. Depois que ela ficou curada não quis mais mamar e tb nunca tomou mamadeira.
    Eu não me conformo com essas pessoas que adoram se meter na vida dos outros. Tem hora que cabo sendo mal educada sabia? Teve uma que agora virou pra mim e disse quando fui marcar um obstetra: tá grávida de novo não né? Eu mereço né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oii, vai sim eu adorei o passeio.
    Nós ficamos na pousada Almar. Adorei a pousada mas o café da manhã é terrível, rss. Íamos ficar na Guest House, é do lado dessa e as duas ficam na praia de João Fernandes. Se eu fosse você reservava pois deixamos pra ir contando com vaga na Guest House e chegando lá não tinha mais vaga e ficamos na Almar que tinahmos reservado. Depois vi pessoas ligando na Almar querendo mas estava sem vaga, tudo lotado.
    Essas pousadas ficam perto do centro, 15 minutos andando (recomendo ir um dia andando pela orla) ou ir de carro, ou de Kombi, passa pertinho.
    Já falei tanto né? Mas mais uma coisinha. Leve barraca, cadeira de praia se quiser ficar na lá embaixo pertinho da água. Nós não levamos contando que teria lá como tinha antigamente mas a prefeitura mandou tirar tudo e só tem na Praia da Ferradura que foi onde tivemos que ir.
    beijos e bom passeio

    ResponderExcluir
  4. Oi Janaina, vcs estão no Blog da Criarte outra vez....modelos bonitos, né?
    Beijoquinhas,
    Bete

    ResponderExcluir
  5. Ahhhh...Adorei o modelito novo do seu Blog. Ficou lindo! :)

    ResponderExcluir
  6. Que lindo seu blog!

    Minha filha desmamou 1 dia antes de completar 2 anos, porque meu leite secou, assim do nada, provavelmente por causa da gravidez (na época eu já estava gestante há 4 meses).

    Parabéns pelo blog!

    Bjs,

    Van

    ResponderExcluir

Obrigada!
Fico muito feliz sempre que leio um comentário carinhoso!
Bjks e fique com Deus!