quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

1 ano e meio de felicidade!



Crescendo, crescendo e ficando cada vez mais esperto e falante.
Nós, papais e mamães, não cabemos em nós de tanta alegria, contentamento, orgulho...
...Sim orgulho, porque ouvir um pequenino pedindo "acença" (licença) pra você é algo que nem sei explicar, de tão lindo.

A gente ensina, ele aprende.

O vocabulário cresce a cada dia, a cada instante.
Quando você fala algo e acha que nem notou, ele tá lá repetindo, minutos depois.
E cresce também a personalidade, as demonstrações de vontade, o paladar.

Adora ir a praia, gosta do mar, aguça ainda mais a curiosidade na areia. Seja cavando ou comendo com biscoito ou pãozinho, risos!
Mas o que gosta mesmo é de caminhar, engata a primeira e vai...caminha muito a beira mar, de ter que insistir pra voltar. Vai gesticulando, falando, cantando, uma graça!

Domingo estávamos lá e me surpreendi, quando me olhou e falou: "caua" e apontou para os quiosques.
Perguntei, quer ir pra casa? Ele apontou, começou a andar em direção a rua e falou: "caua".
Então vamos chamar o Papai pra ir pra casa, não vamos deixar ele aqui sozinho (Gu estava pegando onda). Ele olhou pro lado onde estava o Pai e voltou, chegou na beira e falou: paaaaaaaaai caua. E foi embora, subindo a praia.
Gente, o que é isso, me colocando pra casa?! Aff...

Mas as surpresas não param por aí, pois todos os dias vou a praia com ele depois das 17h e ontem não foi diferente, brincou, caminhou, e...
... me puxou "cá" (agora deu pra fazer isso) pegou minha bolsa (aff), olhou pro mar e falou: "tau", mexendo a mãozinha!
Perguntei: quer ir pra casa? E ele: "caua", saiu andando.
Chega em casa, corre no jardim mexendo nas plantas pede pra abrir a porta e aponta pra tv falando: "adigan" (Backyardigans).
É minha gente, tem vontade própria.

Ele gosta muito do nosso quarto, pra fazer nada, só entrar e ficar olhando. Quando a porta está fechada é porque o Pai está dormindo atá mais tarde (fim de semana). Ele bate na porta e fala: "paaaaaaaaaai abi".
Eu explico que o pai não está, mas só acredita quando abro a porta.
E quando acorda desce da mini cama e vai pra lá, coisa linda!
Está assim, sabe o que quer, risos.
Me puxa e pede "abuti" ou "aua" (água) e me leva pra cozinha. A mesma coisa ele faz pra biscoito, já pão não, ele mesmo abre o armário e pega.

Outra coisa que notei é que quer mais atenção, ainda brinca e assiste tv sozinho,mas tem me solicitado mais, pra ficar sentada no sofá, olhando ele.
Não gosta muito de me ver no computador então, tenho tentando ficar aqui quando ele dorme. Fica me puxando e falando "aqui, aqui" e vou onde ele quer.
Adooooora o balanço que a Tia Marina deu, backyardigans e outros desenhos (cocoricó, galinha pintadinha, a era do gelo, monstros s.a., hi-5, etc.), música então, nem comento. Dança em qualquer abertura, kkkkkk!
A coisa mais engraçada é vê-lo sambando nas chamadas das escolas de samba, ele olha todo bobo pra gente e samba mesmo (Mamãe ensinou).

Noite dessas me deu dó, depois de quase 1 mês na caminha, caiu. Rolando com o Soninho dele na madrugada. Chorou de soluçar e com raiva do Soninho, jogou longe, aff.
Mas, fiz uma mamadeira pra consolar, pediu pra ir pra cama e dormiu novamente (achei que fosse traumatizar e não querer deitar lá).
Ah, é! Ele não gosta muito de ser ninado não, começo a cantar, balançar ele aponta pra cama e fala "aqui", coloco ele vira de lado, abraço o Soninho e dorme. É um rapaz!

Tem outra coisa que pede, pra passear. "Ua, cao, bibi" (Rua, carro, bibi) e faz o gesto do volante. Ainnnn! Vontade de morder.

É um bebê carinhoso, entende o "Não" da mamãe e do papai (que não são excessivos), não é pirracento, é sorridente, esperto, não gosta muito de comida, é sapeca, mexe em tudo, curioso, saudável...
Pra nós o que importa é isso.
É vê-lo correndo pela casa com cara de sapeca, cheio de felicidade.
Saber que nesse tempo só o que teve foram resfriadinhos, de tão saudável.
Sentir que é cercado de amor, exatamente por obter como resposta, carinho, abraço, beijo.
Mostrar pra ele que é amado e está seguro.

E isso é tudo!






3 comentários:

  1. Oi!

    Entrei no seu blog através do e-family (que acompanho direto) até solicitei sua amizade lá.
    Entrei em contato pelo seguinte. Minha melhor amiga vai ter um bb em setembro. vai ser meu afilhado e o nome dele vai ser Otto. Eu não havia gostado muito do nome, mas vendo seu bb (que achei muito lindo), comecei a gostar bastante do nome do meu afilhado. Tomara que seja parecido com o seu Otto.

    bjnhos
    Rita

    ResponderExcluir
  2. Olá Rita, espero que seu afilhado seja calmo, doce e carinhoso como o meu Otto.
    Não me dá trabalho, neste instante está brincando no quarto dele, ele gosta bastante, pois deixo os brinquedos ao alcance dele, no chão.
    Delicie-se com meu blog, tem desde a gravidez até agora todo o desenvolvimento do Otto, na maiorida das vezes com foto.
    Abraços e seja bem vinda.

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga!Fiquei emocionada com seu relato, meu Joaquim tb fala tudo, até o que não deve...eles crescem rápido e ficam cheios de personalidade,né?Mas meu bebê tb é muito doce e carinhoso...

    ResponderExcluir

Obrigada!
Fico muito feliz sempre que leio um comentário carinhoso!
Bjks e fique com Deus!