terça-feira, 12 de julho de 2011

Contagem Regressiva!

E o tempo passou...

E inevitavelmente, mamães corujas revivem com nostalgia, a gravidez, os momentos de ansiedade antes do parto, a curiosidade em ver o rostinho, em contar os dedinhos, dar a primeira mamada.

Todos esses sentimentos antecedem, pelo menos em mim, sempre, o aniversário do pequeno.
E lá se foi mais um ano de descobertas, de muitas palavras, de muitas mudanças, de muito carinho e dedicação nossa para que o mundinho desse serzinho, seja sempre o melhor.
Melhor em que?
Em quantidade de amor, em convivência familiar, em brincadeiras com os amiguinhos, em abraços e beijos, em dormir agarradinho, em quantidade de sorrisinhos, em felicidade!

A nossa vida muda pra sempre, depois do resultado do BHCG, oh, se muda!
E muda sempre, pra melhor, gente!
E esse melhor, não cai do céu não, tá, a gente é quem faz.

-----------------------------------------------

Mas, saindo da nostalgia, vamos aos preparativos pro aniversário dele, que este ano será na creche.
Vai ser simples, somente pros amiguinhos, mas a Mamãe quer que seja o mais legal possível.
Vai ser do Mcqueen, claro!
Já providenciei algumas lembrancinhas e espero que seja tudo encantador para os olhinhos dele.

Ah gente, essa semana tem Festa Caipira, na sexta às 18h, na quadra do Washington e estão todos convidados.
Depois volto com as fotos do evento.

Obs: Ia esquecendo de contar que o Papai ensinou o Otto a digitar seu nome no notebook.
E fica assim: O, agora o T, "dinovo" o T, e agora o O. Agora apaga tudo.
"Dinovo"... e fica nisso.
E assim o garoto é incluído no mundo digital e nas letras.
Escrever o nome não, ele não sabe, mas digitar...risos.

------------------------------------------------------
Segue abaixo, texto da Revista Crescer sobre a fase do pequeno.
Fonte: http://www.revistacrescer.globo.com/

2 a 3 anos


Muitas palavras


Você sabia que uma criança nessa fase já fala de 20 a 50 palavras e entende muito mais que isso? Claro que o desenvolvimento da linguagem dependerá de seu próprio ritmo e dos estímulos que recebe dos pais e das pessoas que a cercam, mas a fase é certamente de muita conversa. A convivência com a criança pode se tornar muito divertida, pois ela, de repente, se expressará com palavras que você julgava que viriam apenas no futuro breve.

O desenvolvimento da linguagem é um dos aspectos do crescimento mais gratificantes para os pais. Aos 3 anos, elas falam: “Mamãe, eu te amo”. E, daí, algumas horas do dia estão ganhas. As crianças começam a interagir, responder. Afinal, só a partir do desenvolvimento da linguagem oral os pais podem saber o que os filhos realmente querem ou não, gostam ou não. E eles serão absolutamente claros na manifestação de gostos e desgostos. Nessa hora, a influência dos adultos com quem a criança convive também é essencial. Uma pesquisa de uma instituição de ensino norte-americana mostrou que crianças de 1 a 3 anos aprendem com mais facilidade palavras ditas pelos que estão a seu redor, não importando o interesse que têm pelo objeto, enquanto bebês até 10 meses gravam nomes de objetos que são mais importantes para eles. Pesquisadores constataram ainda que mães que conversam bastante com os filhos e usam um vocabulário rico para descrever objetos e situações ajudam as crianças a desenvolver um vocabulário mais amplo. Por isso, solte a língua, o verbo, e converse muito com o seu filho. Sem o tatibitati.
 
-------------------------------------------------
 
Jana, mamãe do Otto.



2 comentários:

  1. Vai ficar tudo lindo, você vai ver! :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Jana!
    Encomendei o marmoglass numa loja chamada granishow. tel 2573-2119. Fale com a marcia, diga que eh indicacao da flavia do blog.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir

Obrigada!
Fico muito feliz sempre que leio um comentário carinhoso!
Bjks e fique com Deus!