quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Creche ou avós, quem são os melhores?

De acordo com um estudo da Universidade de Londres, crianças que são cuidadas pelos avós enquanto seus pais trabalham têm mais problemas de relacionamento com outras do que as matriculadas em creches ou escolinhas.
Se você acredita que os avós "estragam" os netos, você está certo. Um estudo da Universidade de Londres com 4800 crianças nascidas entre 2000 e 2001 provou exatamente isso. Os pesquisadores descobriram que bebês cuidados pelos avós têm mais problemas de comportamento e dificuldades para socializar com seus pares.
Pior: seu desenvolvimento está alguns estágios atrás, se comparado ao das crianças de creches, escolinhas ou cuidadas por outros familiares. A única coisa boa da história é que seu vocabulário costuma ser mais avançado.
No estudo, todas as mães trabalhavam fora desde que os filhos nasceram e as crianças que eram cuidadas pelos avós representavam mais de um terço dos participantes.
Resultados das pesquisas:
As que ficavam com os avós apresentaram mais sintomas de hiperatividade, comportamentos antissociais e problemas de conduta quando chegavam aos três anos de idade. Quanto ao entrosamento social, garotos se mostraram particularmente mal-educados.
Apesar de não terem estudado o motivo dessa diferença de comportamento, os pesquisadores disseram que um trabalho anterior sugeriu que o cuidado formal das crianças, envolvendo pessoas qualificadas, pode ajudá-las em seu desenvolvimento social, prevenindo problemas mais sérios no futuro.
Se, por um lado, as crianças das creches revelaram um aprendizado maior em relação a cores, letras, números, formas e tamanhos, aquelas criadas pelos avós desenvolveram um vocabulário mais apurado – melhor quanto maior fosse a escolaridade de suas mães. “Isso pode refletir o vocabulário das avós”, diz Hansen, organizador do estudo, ao jornal britânico The Times. Segundo ele, é provável que haja esse melhor desenvolvimento da linguagem porque os avós falam mais – do que brincam – com as crianças, mais devagar e de forma gramaticalmente correta – fazendo com que elas aprendam melhor as palavras. Eles também costumam corrigir os pequenos com mais frequência.
Os resultados da pesquisa se opõem à sugestão da Children’s Society, uma organização britânica de atenção à infância, que recentemente convocou os avós a cuidarem dos netos em vez de levá-los a creches.

Fonte: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI26382-15279,00-CRECHES+SAO+MELHORES+DO+QUE+AVOS+PARA+AS+CRIANCAS.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!
Fico muito feliz sempre que leio um comentário carinhoso!
Bjks e fique com Deus!